Cripto-ativos são investimentos de risco?

De acordo com a Força-Tarefa de Ação Financeira, embora os ativos virtuais tenham benefícios potenciais, sem a regulamentação adequada, eles correm o risco de se tornar um porto seguro virtual para as transações financeiras de criminosos e terroristas. Atualmente, os ativos criptográficos são usados ​​para pedir resgate, para lavagem de dinheiro e para encobrir atividades criminosas. Segundo a CipherTrace, apenas em 2019, as perdas com fraudes, apropriação indébita de fundos, trocas de ações e furtos somam US$ 4,5 bilhões. Destes US$ 370 milhões foram perdidos em roubos e hacks.

De acordo com a CipherTrace, de 2018 a 2019, as perdas de cripto-ativos “devido a fraude e apropriação indébita aumentaram 533%”. O FATF descreve que apenas o ataque de ransomware ‘Wannacry’ em 2017 custou pelo menos US$ “8 bilhões em danos a hospitais, bancos e empresas em todo o mundo”, este dano está muito além dos US$ 100 milhões solicitados em resgate de bitcoin.

Os cripto-ativos são lavados para esconder os crescentes ataques de ransomware e outras atividades criminosas. A Chainalysis informa que US$ 2,8 bilhões foram lavados em 2019 apenas com cripto-ativos. Não apenas os vírus estão infectando milhares de sistemas de computadores que são mantidos reféns até que as vítimas paguem aos hackers um resgate em cripto-ativos. Os ativos usuários de blockchain são vulneráveis ​​ao ataque de Sybil, que em um único caso, foram roubadas 25.000 bitcoins em 2011.

Alguns países estão tributando esses ativos como investimentos de alto risco, solicitando bancos de investimento e corretores da bolsa para verificar a identidade dos clientes. Além das questões já mencionadas, o Institute for Research na Internet e na Sociedade alerta que representações de valor operadas nas plataformas de criptografia não são moedas nem do ponto de vista econômico, nem do ponto de vista jurídico. Portanto, os investimentos nesse tipo de ativo não podem ser considerados um investimento seguro.

A aplicação das autoridades para rastrear transações de criptografia é legítima e necessária para evitar seu uso para ocultar atividades criminosas. A luta contra a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo, tornam o mundo um lugar mais seguro.